12 de maio de 2009

Em mutação

Os Mutantes – ou o que sobrou deles – estão em estúdio gravando novo álbum, que deve ser lançado em agosto. Mike Patton (ele mesmo, do Faith No More), que trabalhou em uma das canções, derramou elogios às músicas. Sean Lennon, fã declarado dos paulistas, classificou o trabalho como “brilhante”.

Apesar do otimismo, os admiradores da banda devem ouvir os comentários com cautela. O guitarrista Sérgio Dias é o único remanescente da formação original, já que seu irmão Arnaldo deixou o grupo após turnê de reunião em 2007. E, sempre que Serginho esteve no comando, o resultado não foi dos melhores – haja visto os álbuns progressivos da década de 1970 e a fraca Mutantes Depois, música lançada em 2008. Em ambos os casos, a sonoridade lisérgica e irreverente de Arnaldo, Rita Lee e Sérgio foi substituída por um marasmo criativo.

Os novos Mutantes têm ainda Dinho Leme (bateria, que já integrou a banda nos anos 1970), Henrique Peters (teclados), Vitor Trida (teclados, guitarras, flauta, viola caipira, violino), Vinícius Junqueira (baixo), Simone Soul (percussão), Fábio Recco (vocais) e Bia Mendes (vocais).

Um comentário:

mafia171.com.br disse...

nunca tinah ouvido falar, não e muito meu estilo de musica