14 de novembro de 2008

Brincando nas férias

Para os integrantes do Los Hermanos, férias é sinônimo de trabalho. A banda carioca entrou em recesso no ano passado, mas não deixou órfão o seu enorme séqüito. Primeiro, foi o lançamento de Ao Vivo na Fundição Progresso, registro do histórico último show no Rio de Janeiro.

Agora, as duas cabeças pensantes do quarteto, Marcelo Camelo e Rodrigo Amarante, aparecem com novos trabalhos no mercado. Enquanto o primeiro trilha o caminho do messianismo no seu primeiro disco-solo, o segundo agrada com o consistente Little Joy (foto), projeto formado em parceria com o baterista brasileiro dos Strokes, Fabrizio Moretti.

Sou, de Camelo, é basicamente voz e violão. E assovios. As letras são abstratas, como se acreditasse em quem o comparou a Chico Buarque – o equivalente a colocar Wagner Love e Ronaldinho no mesmo balaio. A menina-prodígio Mallu Magalhães tenta socorrer o amigo em uma música em inglês (Janta), mas o vocalista só se salva mesmo com Mais Tarde e Menina Bordada, que devem convencer os fãs.

O Little Joy, esse sim, lançou um trabalho sem egocentrismos, embora não muito original. Salva-se pelas belas melodias e pela sonoridade que, inevitavelmente, lembra as outras bandas de seus integrantes. Enfim, tem hermano para todos os gostos.

3 comentários:

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

eu gosto deles, acho que quando querem conseguem fazer um trabalho diferente e de qualidade.

fugiram do padrão bandinha bonitinha.

rosangela disse...

Eu não sou muito fã deles .. mas vamos ver como vao ficar o trabalho deles .. espero que algo muito bom .. rsrs

Abç.

30 e poucos anos. disse...

Não é a banda que está no meu cd player