19 de outubro de 2009

Brasil terá o seu Woodstock

Só faltava essa! Depois de vencer a disputa pela Copa de 2014 e pela Olimpíada de 2016, o Brasil vai sediar o Festival de Woodstock. O célebre evento de rock, que em 2009 completou quatro décadas, irá ocorrer no Rio de Janeiro no próximo ano. O responsável pela iniciativa é o empresário Eduardo Fischer, que conseguiu os direitos para a realização em negociação com os organizadores do Woodstock original. O festival já teve três edições: 1969, 1994 e 1999. Vale lembrar que a última ficou marcada menos pelo rock and roll e mais por problemas como violência, estupro, incêndio e muita confusão - é o que não falta no Brasil, não é?

6 comentários:

Fê, disse...

aah,sem dúvidas no Brasil o que mais marca é a violência e esses problemas que você citou, e o rock que é bom não marca muito.

Bom,eu nunca posso ir em nada que é bom,sempre é o no Rio,fica longe T__T

Danton K disse...

Agora só falta levar os Jogos de Inverno para São José dos Ausentes

Nivaldo Vasconcelos disse...

HEHEHEHE divertido isso dos jogos de inverno!
Sou tão descrente quanto o post, não vejo lógica do woodstock vir para o Brasil, muito menos ainda existir, o que foi o WOODSTOCK, aquele fenômeno social, musical, nunca se repetirá...

nayla disse...

tão surreal quanto a copa no rio, será esse wodstock brasileiro
ainda mais com o tema: Paz, Amor e Consciência Ecológica
o bono vox poderia vir, haha.
eu li que talvez venha the who, clapton e santana, mas...eaí?
vão cobrar os ingressos, fazer o show e já era, assim como na olimpíada.

nayla disse...

ps: se eu fosse a anne hathaway ficaria feliz pelo dinheiro e por ter feito 'alice' do tim burton!auhaua

Rodrigo disse...

É só mais uma chance do Brasil aparecer no exterior como país violento e de problemas sociais, pois é um óbvio evento (noites, aglomerações, público alvo de contravenções...)numa atrativa cidade para isso. Os jogos Olímpicos e a Copa ainda terão toda uma segurança reforçada e é um "clima" diferente, sofrendo mais os turistas quando nas ruas, mas... talvez Woodstock nos traga alguns conhecimentos de causa!