4 de junho de 2008

O adeus a um mestre

Perguntado por um repórter sobre como se sentia tendo co-inventado o rock and roll, Bo Diddley respondeu ao seu estilo: "Não é muito diferente de nada, eu acho. Eu comecei algo. Apenas aconteceu de eu ser o primeiro". Com relação à receita para sobreviver no mundo agitado do rock, Bo disse: "Bem, um pouco porque me cuido e meu interesse é dizer aos garotos sobre se manter longe das drogas, que devem obedecer seus pais, fazer a coisa certa, ser construtivos e não destrutivos". Na segunda-feira, aos 79 anos, morreu não apenas um grande músico, mas uma grande figura humana.

"Um dos pais fundadores do rock and roll deixou o edifício que ajudou a construir", disse o comunicado da Talents Consultants, agência que empresariava o músico. Diddley morreu em sua casa, na Flórida (EUA), de falência cardíaca. Há um ano, ele sofreu um acidente vascular cerebral durante show no Iowa e foi hospitalizado em Ohama, Nebraska. Em agosto, sofreu um ataque cardíaco na Flórida. Nos últimos anos continuou a fazer turnês e gravar discos porque, segundo ele, precisava de dinheiro.

Ellas Bates - seu verdadeiro nome - ganhou o apelido famoso na década de 40, quando se mudou para Chicago e começou a tocar nas ruas. Sua marca registrada era a guitarra retangular e o ritmo que extraía dela, conhecido como "batida Bo Diddley". Ao lado de contemporâneos como Chuck Berry e Little Richard, Diddley fez parte de um grupo pioneiro de artistas negros que atravessaram a divisão racial americana para criar música que agradava ao público branco e era imitada por artistas brancos.

Entre seus maiores sucessos estão Who Do You Love, Bo Diddley, Bo Diddley's a Gunslinger, Before You Accuse Me, Mona, I'm a Man e Pretty Thing. Mesmo sem ser um freqüentador assíduo das paradas de sucesso, Diddley podia se gabar de ter influenciado alguns dos maiores nomes da história do rock. De Elvis Presley a Bon Jovi, passando por Rolling Stones, The Who, The Kinks, The Doors e muitos outros, todos beberam da fonte de mister Bo Diddley.

Um comentário:

andre disse...

Ba tche legal teu blog muito interessante e informativo, bom mesmo. Andre Gabriel.